Ronaldo Fraga é atração do Piauí Moda House Fashion Day

Nenhum Comentário

Foi dele o desfile mais emocionante da temporada da SPFW, ao usar a moda como meio para denunciar a alta taxa de homicídio de transexuais no Brasil. O estilista mineiro, escritor e multitalentoso Ronaldo Fraga, conhecido por levar a essência brasileira às passarelas e também em exposições marcantes, é o nome confirmado para o Piauí Moda House Fashion Day, um dia para falar e vivenciar a moda, que acontece no dia 29 de novembro, na Audi Center Teresina.

Ronaldo Fraga_Divulgação

Ronaldo vai contar suas inúmeras experiências no universo da moda e das artes em um talk show imperdível. O evento marca o lançamento do maior evento de moda do Piauí, o Piauí Moda House 2017. Com o apoio do Sebrae-PI, LEMS, Gráfica São João e Celebração Eventos, o Piauí Moda House Fashion Day é uma realização do Sistema Meio Norte de Comunicação e  Kalor Produções.

WhatsApp Image 2016-11-20 at 20.21.34

O evento vai reunir informação de moda como o designer brasileiro aclamado pela crítica internacional, em uma palestra imperdível em um dia dedicado à moda. Além da palestra de Ronaldo Fraga, o Fashion Day será marcado por lançamento de coleções de marcas piauienses em desfiles-shows, música e ainda outras delícias na Audi Center Teresina.

Um gênio chamado

Ronaldo Fraga

Mineiro nascido em Belo Horizonte, Minas Gerais, respira moda e diversifica seu talento e arte em várias frentes. Passarela, beleza, salões de exposições, teatros, decoração… O mundo é pequeno para o potencial criativo de Ronaldo Fraga. Na moda,  já apresentou suas criações em diferentes  países, como Japão, Holanda, Espanha, Bélgica, Chile, Argentina, México, Angola. Em 2014, representou o Brasil na maior feira de couro do mundo, apresentando o processo de pesquisa e desenvolvimento da coleção Carne Seca, inverno 2014.

647518-970x600-1

Desfile de Ronaldo Fraga reuniu modelos trans e denunciou o alto de índice de mortes no Brasil durante a São Paulo Fashion Week. [Agência Fotosite]

O trabalho de Ronaldo foi selecionado pelo Design Museum de Londres como um dos sete estilistas mais inovadores do mundo para a exposição Designs of the Year 2014, da qual também participaram Miuccia Prada, Rick Owens e Raf Simons.

No teatro, trabalhou com o diretor Felipe Vidal, criando os figurinos dos espetáculos Louise Valentina e Depois da Queda, de Arthur Miller. Também desenvolveu os cenários e figurinos da peça Fonchito e a Lua, adaptação teatral do livro do escritor peruano Mario Vargas Llosa, com dramaturgia de Pedro Brício e direção de Daniel Herz.

RonaldoFraga_N41_011

Um artista multi

Na área da dança, assinou figurinos de produções como Santagustin, do Grupo Corpo; Por Parte do Pai, de Nathália Marçal, em homenagem à obra de Bartolomeu Campos de Queirós; e Passanoite, da São Paulo Companhia de Dança.

Ronaldo Fraga - credito FFW

Autor de Livros

É autor do livro Moda, Roupa e Tempo: Drummond selecionado e ilustrado por Ronaldo Fraga e Caderno de Roupas, Memórias e Croquis. Ilustrou vários livros, como Mary Poppins, publicado no Brasil pela Cosac Naify, e Uma festa de cores: memórias de um tecido brasileiro, da editora Autêntica, escrito por Anna Göbel e premiado como melhor livro infantil de 2014.

Sua marca está licenciada em mais de mil diferentes produtos no Brasil para empresas como O Boticário, Tok&Stok, Malwee, L’Occitane e Chilli Beans, entre outras. É citado como um dos poucos designers a desenvolver projetos e ações que buscam reduzir a distância que existe entre o “Brasil feito à mão” do Brasil industrial.

Ronaldo Fraga

Apaixonado pelo Brasil

Ronaldo Fraga foi o primeiro representante da moda brasileira a receber a medalha da Ordem do Mérito Cultural, em 2007, concedida pelo ministro da cultura Gilberto Gil. A comenda se destina a personalidades que dão corpo à cultura brasileira por de seu trabalho. Em 2009, recebeu a Medalha da Inconfidência pelo governo de Minas Gerais.

Em seus desfiles, privilegia histórias ligadas à identidade cultural brasileira, bem como personalidades nacionais de destaque. Em 1997, a vida e obra do artista plástico Arthur Bispo do Rosário serviu de inspiração para a coleção Em Nome do Bispo. Em 2001, o engajamento político e a biografia da estilista Zuzu Angel, foi o ponto de partida do desfile Quem Matou Zuzu Angel? Os escritores Guimarães Rosa, Mário de Andrade, Drummond de Andrade, os artistas plásticos Athos Bulcão e Cândido Portinari, os cantores Lupicínio Rodrigues, Noel Rosa e Nara Leão estão entre os nomes de brasileiros lembrados em coleções do estilista.

Ronaldo Fraga

Quanto às diferentes localidades do regiões do país Ronaldo Fraga mostra ter especial interesse no Brasil profundo. O desfile Costela de Adão, de 2003, foi inspirado no cotidiano do Vale do Jequitinhonha e nas artesãs que moldam as bonecas de barro, que são criações típicas e fonte de renda da região. Em 2008, apresentou a coleção Rio São, inspirado no Rio São Francisco, um local sobre o qual ouvira falar constantemente, graças a seu pai. Em 2010, voltou ao tema, dessa vez com uma exposição Rio São Francisco Navegado por Ronaldo Fraga, que percorreu diferentes capitais brasileiras, como Rio de Janeiro, São Paulo, Recife e Belo Horizonte. Na cidade mineira, em dois meses, a exibição atraiu mais de 40 mil visitantes, entre os quais, pelo menos 18 mil alunos da rede pública de ensino.

Ronaldo fraga sereias SPFW - Agencia Fotosite

A Amazônia foi parte da inspiração do desfile Turista Aprendiz na Terra do Grão-Pará, de 2012, dedicado ao Estado do Pará, e o semi-árido foi lembrado na coleção Carne Seca, de 2013. “Foi Fraga quem aproximou o público da estilista Zuzu Angel, do pintor Athos Bulcão, das festas e dos poetas populares do Brasil. Num meio repleto de referências a culturas e estilos distantes, como é o da moda brasileira, isso é muita coisa.”

Ronaldo Fraga

 

 

Deixe um comentário