Entrevista: Camila Coutinho sem medo dos trinta!

Nenhum Comentário

A Style da edição de fim de semana no Jornal Meio Norte bateu um papo – com exclusividade –  com a maior blogueira brasileira: Camila Coutinho. Com dez anos de carreira e prestes a fazer 30 anos, Camila fala da chegada da idade, mídias sociais do site Garotas Estúpidas 

Tatiara de França | Editora da Style e do Coisas da Tati

Dona de um dos blogs mais influentes de moda do mundo, Camila Coutinho Valença, ou simplesmente Camila Coutinho, chegou ao posto onde toda blogueira sonha em estar. A pernambucana de 29 anos fez história ao inserir no Brasil a cultura dos blogs de moda no Brasil. A coisa toda aconteceu meio que por acaso, numa madrugada regada a muita insônia. Bastaram alguns cliques e, pronto, nasceu o Garotas Estúpidas, um espaço de zoação entre as amigas que logo, logo tornou-se ferramenta de trabalho da influenciadora digital.

Dez anos depois, Camila é uma digital influencer com milhares de seguidores e uma empresária de sucesso. Dona de um estilo bem minimalista, presença nas primeiras-filas de semanas de moda internacionais, Camila prefere ser chamada de comunicadora, “é um termo que que não exclui os termos blogueira e influencer”.

Ela bateu um papo exclusivo com a Style, onde falou de mídias sociais, o papel da blogueira, moda, beleza e, claro, da chegada dos 30 anos. É, no dia 2 de outubro, ela chega à temida idade e revela: “Só de pensar me dá um friozinho na barriga”.

Primeiro, é blogueira ou influencer?
Camila Coutinho – Acredito que o termo mais apropriado seria “comunicadora”, que não exclui os termos blogueira e influencer. O Garotas Estúpidas se tornou um site de conteúdo e, além disso, eu, Camila Coutinho, também me comunico com diversos públicos, tanto on-line quanto off-line.

Qual o papel da “blogueira” hoje?
Camila – Com a internet não existem mais barreiras e a informação chega pra todo mundo. Qualquer um pode produzir o seu próprio conteúdo e mostrar seu ponto de vista também, fazendo com que a informação chegue de forma mais democrática para todos.

Você foi pioneira nos blogs no Brasil. São mais de dez anos trabalhando neste meio. O que mudou hoje no jeito de fazer blog? Ele ainda é uma ferramenta importante ou foi substituído pelas redes sociais?
Camila Hoje em dia os blogs ainda são muito importantes, mas muito mudou sobre forma como o conteúdo é produzido. Os leitores gostam muito de informações supernovas, tendências, muitas fotos e textos mais leves.

E “as novas blogueiras”? Elas fazem um bom uso dessas ferramentas (Snap, Instagram, Face)?
Camila – Uma característica dessa nova geração é que eles já nasceram conectados com a internet, então acho normal as pessoas estarem presentes em todas as redes sociais e plataformas.

Você não acha que houve uma banalização da palavra blogueira? Camila – Não diria uma banalização, mas sim uma mudança de sentido no termo. Hoje as blogueiras são pessoas que criaram o próprio negócio, fazem muito mais além do que só escrever e fizeram disso uma profissão.

São mais de dez anos, desde que você deu o primeiro clique e se tornou uma das primeiras blogueiras do Brasil e uma das mais influentes do mundo. De lá para cá, você virou sonho de consumo de muitas meninas, que almejam estar no mesmo posto alcançado por você. Que conselhos você dá a essas meninas?
Camila – Meu conselho é encontrar a linguagem própria e ser original, buscando se inspirar em ou-tras pessoas, mas trazendo algo coisa diferente para os leitores. Não existe uma fórmula pronta, mas se você acreditar na sua ideia, trabalhar muito e amar o que você faz, pode ter certeza que vai dar certo!

Você ainda sobe post no Garota Estúpidas?
Camila – Ainda escrevo para o blog e conto com a ajuda da Andressa, que me auxilia com os textos, pautas e cobertura de eventos, mas sempre estou a par de tudo o que sobe no GE. 

Nestes mais de dez anos, quais foram as coisas mais legais que a profissão te propiciou? E as pessoas mais legais que você conheceu?
Camila – Por conta da minha profissão conheci lugares incríveis, tive contato com culturas diversas e muito ricas, que se quer imaginava que existiam! A moda e a internet me fizeram conhecer pessoas maravilhosas também, algumas inclusive que eu sempre fui fã, como Ivete Sangalo, Costanza Pascolato, Tommy Hilfiger, Valentino Garavani, Gisele Büdchen, Charlotte Olympia…

E como você define o seu estilo? Quem são os seus estilistas preferidos?
Camila – Ultimamente estou curtindo muito esse estilo mais minimalista, gosto muito de misturar peças inusitadas com as clássicas. Costumo também abusar do estilo hi-lo, juntando peças de fast fashions com marcas de luxo internacional, por exemplo. Gosto de Prada, Gucci, Louis Vuitton, Patricia Bonaldi, Jimmy Choo, e muitas outras…

Você é nordestina e já vi algumas matérias onde você divulga o trabalho do pessoal da sua região. Que nomes (nacionais) você acredita que vão estourar no cenário?
Camila – Gosto muito da Cis Joias e Rush (moda praia) que são aqui de Pernambuco. A marca Another Place, de um amigo meu, também está super bombando! Eles desfilaram agora na temporada de moda de NY, foi incrível!

E quais os cuidados que você tem com a boa forma?
Camila – Procuro malhar sempre que posso, seja no hotel, em Recife ou durante uma viagem. Um hábito que fez muita diferença pra mim foi consumir mais proteína e menos gordura, ótimo para secar a barriga.

Este ano, você completa 30 anos. Muitas mulheres temem essa idade. Você tem medo dos 30?
Camila Coutinho – Só de pensar me dá um friozinho na barriga (risos), mas sem neuras! Olho pra trás e vejo que amadureci muito, mas ao mesmo tempo tenho muuuito o que aprender e viver.

Você esteve uma vez aqui em Teresina. Pretende voltar aqui? Tem alguma recordação da sua visita?
Camila Coutinho – Eu adoro Teresina, acho a cidade muito linda e receptiva! Acho muito importante prestigiarmos o nosso nordeste e cidades fora do eixo Rio-SP.  

Camila foi capa da Style #6

Reveja a primeira vez de Camila Coutinho em Teresina

Camila Coutinho marcou presença em uma das edições do Eco Moda em um talk show superdescontraído. O Blog CT esteve por lá e registro esse momento. 

Deixe um comentário